Fórum buscará melhorias no tratamento oncológico
Houve destaque da auditoria conjunta na área de Oncologia
13/03/2018  17:25
Reunião aconteceu no TCE/SE

Membros do Fórum Permanente de Combate à Corrupção de Sergipe (Focco/SE) estiveram no Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) na manhã desta terça-feira, 13, para apresentar ao conselheiro-presidente Ulices Andrade um balanço das ações desenvolvidas em 2017 e debater as metas para este ano. Um destaque do encontro esteve nas perspectivas acerca da auditoria conjunta na área de Oncologia.

"Foi uma visita de cortesia, institucional, mas também uma reunião produtiva, onde nos apresentaram o trabalho feito ao longo de 2017 e marcamos uma nova reunião para o final de março onde serão discutidas as ações para 2018 no âmbito do Focco", comentou o presidente do TCE.

Segundo o procurador da República e coordenador do Focco, Heitor Alves Soares, uma das prioridades para esta nova etapa estará no cumprimento das recomendações do relatório da auditoria conjunta feita no ano passado na área da oncologia dos hospitais Cirurgia e de Urgência de Sergipe (Huse). A ação contou com trabalho de campo de equipes da CGU, Tribunal de Contas da União (TCU) e TCE, baseado na competência de cada órgão. Antes, houve um estudo prévio de mapeamento de risco feito pela CGU que serviu como diagnóstico inicial para atuação da auditoria. "Vamos discutir na próxima reunião quem vai ficar responsável por cobrar essa melhoria na área de oncologia e cada órgão cuidará de uma atividade; haverá um monitoramento periódico no sentido de dar cumprimento a essas ações", concluiu Heitor.

Presente na reunião, o procurador-geral do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello exaltou os trabalhos desenvolvidos pelo Focco/SE no ano passado e mostrou-se otimista com as perspectivas do grupo. "Essa reunião mostra o pontapé inicial dos trabalhos no ano de 2018, cujo principal marco será retomar esse trabalho na oncologia; todas as instituições que fazem parte do Focco vão trabalhar para que esses resultados possam resolver as eventuais inconformidades e que a saúde possa melhorar", colocou.

Entre os demais participantes da reunião estavam as promotoras de Justiça Ana Paula Machado Costa e Maria Helena Sanches Lisboa, e o Superintendente da Controladoria Regional da União no Estado de Sergipe, Frederico Resende de Oliveira.

Histórico

O Termo de Cooperação Técnica que criou o Focco-SE foi assinado no dia 16 de junho de 2015, primeiramente, entre representantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Controladoria Geral do Estado. Depois de um tempo, houve adesão do Tribunal de Contas da União, Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, Controladoria-Geral da União e Ministério Público de Contas. Com o acordo, as instituições passam a atuar de forma articulada no combate à corrupção.

Fonte e foto: TCE/SE

Compartilhar:
Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Novidades
Anúncio
Classificados
Infonet
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José | Aracaju-SE, CEP 49015-030