Webmail
Blogs


Compartilhar: 
15/05/2012 - 15:00
Déda vai requisitar PMs à disposição de outros órgãos
Governador anuncia concurso público e revisão do código da PM

Troca do comando: solenidade concorrida (Fotos: Verlane Estácio/estudante UFS)

Concurso público para contratação de 600 policiais militares, aumento do policiamento ostensivo com a requisição de PMs que atuam em outros órgãos públicos, maior investimento para as ações preventivas de segurança pública e revisão do código de ética dos militares que tramita na Assembleia Legislativa.

Estes itens deram a tônica do discurso do governador Marcelo Déda durante a solenidade de nomeação do coronel Maurício Iunes no comando geral da Polícia Militar, em substituição ao coronel Aelson Resende, ocorrida no auditório do Palácio da Justiça na manhã desta terça-feira, 15.

Na tarde desta terça-feira, 15, o coronel Iunes se reunirá com a tropa para compor a equipe. O coronel não adiantou, mas o Portal Infonet conseguiu a confirmação que o coronel Luiz Fernando será nomeado sub-chefe do Estado Maior - o terceiro cargo na hierarquia militar, em substituição ao coronel Augusto César. O novo subcomandante não foi revelado, há tendência pela manutenção do coronel Genário, mas esta informação não foi confirmada.

O governador começou o discurso com metáfora futebolística, em um misto de plágio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos discursos que fazia para melhor se aproximar da fala popular, de justificativa para explicar a mudança na corporação e também de um recado direto à tropa.

Composição da mesa

“Há momentos que o time joga com resultado garantido com vantagens numéricas indo em campo para administrar o resultado e há momentos que o time precisa ver gols, superar os desafios, vencer obstáculos para conquistar resultados”, disse Déda. “E, no momento, estamos tentando por nosso time no ataque porque estamos precisando fazer com que os nossos jogadores imponham sucessivas derrotas àquele que é inimigo da sociedade, àqueles que são responsáveis pela desagregação da família, pela perda de vidas, insegurança dos sergipanos: o crime e a violência”, discursou, comparado seu secretariado a um time de futebol.

Mágico e Super-homem

O governador demonstrou que está em sintonia com a tropa. O Portal Infonet conversou com policiais militares durante a solenidade e, de forma uníssona, encontrou como resposta para mudança a insatisfação com a inércia do coronel Aelson Resende. “É um coronel de gabinete, não conhece a atividade operacional da polícia”, disseram os policiais. “O governador mandou seu recado sem citar nomes”, comentou um outro policial.

Coronel Luís Fernando: sub-chefe do Estado Maior

E Déda confirmou o sentimento, apesar de reconhecer que o novo comandante não terá poderes de um mágico ou do mais popular dos personagens de desenho animado, o super-homem, para resolver problemas que muitos deles nascem na própria estrutura da sociedade”.

A estratégia do coronel Iunes, conforme destacou o próprio coronel nas sucessivas entrevistas que concedeu antes mesmo de assumir o comando geral da PM, é aumentar o efetivo destinado ao policiamento ostensivo, antes mesmo do governo realizar concurso público para a Polícia Militar. E esta tarefa se resume na requisição de policiais colocados à disposição de outros órgãos – Tribunal de Contas, Poder Judiciário, Ministério Público, Assembleia Legislativa, seria um dos exemplos.

A estratégia de Iunes ganhou simpatia do governador. “Eu peço a compreensão dos chefes de poder: do presidente do Tribunal de Justiça, da presidente da Assembleia Legislativa, dos chefes de órgãos como o Tribunal de Contas e do Ministério Público, dos prefeitos municipais... porque nós vamos rever a lista dos policiais cedidos para que possamos oferecer segurança à sociedade”.

Encontro

Ludja Victória: tiete (Foto: Cássia Santana/ Portal Infonet)

Antes da solenidade, o governador se encontrou com o deputado Capitão Samuel (PSC) e teve uma conversa rápida de pé de ouvido. Durante o discurso, Déda revelou o conteúdo da conversa, informando que teria dito ao deputado Capitão que estaria disposto a analisar todas as emendas ao Código de Ética que ele pudesse propor ao projeto que tramita na Assembleia Legislativa. “Não acredito que é democracia em uma polícia onde uma patente inferior desmoraliza uma patente superior, isso pode parecer bom para quem adora a insubordinação, mas é ruim para sociedade”, disse o governador, num claro recado àqueles que se rebelaram contra o comando geral da corporação em outras oportunidades.

E por fim anunciou que está criando uma comissão especial para analisar as emendas. Comissão que terá representantes diretos do Comando Geral da PM, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Procuradoria Geral do Estado.

Roubando a cena

A garotinha Ludja Victória, de onze anos, roubou a cena. Com um tablet, ela registrou toda a solenidade de nomeação do novo comandante. Ela é filha do casal Isabel Cristina Santos e Reginaldo Pereira Santos, que exercem, respectivamente, funções de presidente e vice-presidente do Conselho de Segurança do Município de Itabaiana.

O casal acompanhou a solenidade na plateia e a garota percorreu todos os espaços em busca dos melhores ângulos. E, ao final confessou: “estou fazendo um book e filmei tudo também”.

*A matéria sofreu mudanças para alterar informações


Por Cássia Santana

Compartilhar: 
Comentários (31)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
lomanto
15/05/2012 às 16:26
Nosso governador infelismente é muito falacioso, acredito que o povo de Aracaju não sei deixa levar por bravatas.Esse que aí está não engana mais a ninguém....
PM da RUA
15/05/2012 às 17:23
Parabéns Cel. Iunes!!! Espero que o Sr. coloque nas ruas esses policiais, pois é uma vergonha policial estar fazendo serviço de motorista. Por exemplo: na Justiça Federal, são 3, é uma vergonha!!! POLICIAL MILITAR É OSTENSIVO, SERVIÇO DE RUA!!!!!
Irônico
15/05/2012 às 15:46
Quanta ironia nessa metáfora hein? quem acredita hein? Eu mesmo não acredito, veja o que faz com os trabalhadores que nem paga ainda o reajuste federal que é 622,00, paga sim 545 reais, dou gargalhadas.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados