Webmail
Blogs


Compartilhar: 
05/11/2009 - 07:01
Ataxia: falta de coordenação motora
Pacientes atáxicos apresentam sintomas semelhantes a uma pessoa bêbada. A doença rara pode ser confundida com outras e é pouco divulgada

Neorologista Alvino Dutra diz que ataxia cerebelar é uma alteração do movimento

"Não estou bêbado, tenho ataxia". Essa é uma resposta comum dos portadores da ataxia cerebelar, quando questionados a respeito do andar ébrio. Esta é uma patologia que afeta o movimento, e provoca dentre outras coisas, alterações na marcha, como se o paciente estivesse bêbado.

“A Ataxia cerebelar refere-se à incapacidade de coordenação dos movimentos musculares voluntários e que pode fazer parte do quadro clínico de numerosas doenças do sistema nervoso",explica o neurologista Alvino Dutra, que recebeu o Portal Infonet  para falar um pouco sobre essa enfermidade tão rara.

Portal Infonet- O que é ataxia cerebelar?
Alvino Dutra- É uma alteração do movimento, de origem cerebelar, decorrente de algum tipo de lesão no cerebelo, órgão responsável pela coordenação postural, pelos reflexos, sustentação e movimentos voluntários e involuntários. Tumores, vírus ou até mesmo o consumo excessivo de álcool, tende a apresentar sinais de ataxia.

Infonet- Quais os sintomas da ataxia?
AD-Normalmente o paciente apresenta alterações na marcha, falta de equilíbrio, movimentos involuntários cambaleantes, devido à falta de coordenação motora. No geral o paciente apresenta alteração no que diz respeito ao aparelho locomotor.

Infonet- Quais os tipos de tratamento?
AD- No momento não há cura, existem medicamentos paliativos, mas isso vai depender do tipo de  ataxia.

Infonet- E quais são os tipos de ataxia?
AD-Existem ataxias de origem hereditárias e as de origem adquiridas.

Infonet- Qual principal diferença entre a hereditária e a adquirida?
A.D-As hereditárias possuem como característica comum, o fato de serem geneticamente determinadas e as adquiridas que não têm um componente genético envolvido, podendo ser causadas por abuso de álcool ou drogas, disfunções do sistema neuroimunológico como a esclerose múltipla, tumores, causa viral entre outros.

Infonet- Existe alguma diferença no que diz respeito ao sintoma?
AD-A diferença mesmo está só no tipo, no caso da hereditária, conhecida como ataxia de Friederich, o paciente começa cambaleante, com andar ébrio, apresenta dificuldades para vestir uma roupa, abotoar uma calça, como a doença é degenerativa progressiva, a tendência é o paciente não consegui andar, chegando a necessidade do uso de uma cadeira de rodas

Infonet- O portado de ataxia hereditária precisa de algum tipo de alimentação especial?
AD-O paciente atáxico apresenta dificuldade na fala e na deglutição, já que são atividade que exigem coordenação, função do cerebelo. Mas não existe uma alimentação específica. O problema não está no tipo de alimentação.

Infonet- A ataxia hereditária se subdivide em recessiva e dominante. Qual a diferença desses tipos?
AD- Essa coisa de recessiva e dominante está relacionado a forma de se apresentar na população.A recessiva está ligada a uma questão genética, onde um indivíduo com uma alteração no gene, se relaciona com uma pessoa que não tem nada, ai a chance é mínima de um filho sair com ataxia. No caso da dominante, mesmo que um não tenha, existe uma probabilidade maior de o filho apresentar o problema.

Infonet- Qual a incidência da ataxia?
AD- Muito pouco. Não sei precisar, acho que mil para um, ou muito mais. Não é muito comum, principalmente as ataxias hereditárias.

Por Alcione Martins e Raquel Almeida

Compartilhar: 
Comentários (0)
Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam o pensamento deste portal.
Atendimento ao Cliente 24 horas: (79) 2106-8000
Política de privacidade
Expediente
Anuncie no Portal
Rua Monsenhor Silveira 276, Bairro São José
Aracaju-SE, CEP 49015-030
Todos os direitos reservados