Terceirizados da Emurb continuam em greve
10/01/2017













Paralisação dos terceirizados continua por falta de pagamento / (Foto: Arquivo Infonet)


A paralisação dos servidores terceirizados da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) continua. Na pauta da categoria, a reivindicação do pagamento dos salários referentes ao mês de dezembro, 13º e vale-transporte que ainda não têm previsão de serem quitados.



Não houve nova reunião entre o presidente Sérgio Ferrari e os terceirizados para definir a questão dos vencimentos, mas segundo Ademar Queiroz, assessor de comunicação da Emurb, todos os meios estão sendo buscados para pagar estas dívidas, que foram herdadas da administração anterior.



Serviços suspensos



Com a greve, serviços de manutenção nas vias da cidade, como tapa-buraco e desobstrução na rede de drenagem da cidade ficam comprometidos, apesar de haver três equipes composta por celetistas desempenhando o trabalho.



Por Victor Siqueira e Verlane Estácio