Servidores do hospital de Laranjeiras estão em greve
20/03/2017













Apenas serviços de urgência e emergência são realizados (Foto cedida pela servidora)


Desde janeiro sem receber salários, os servidores do Hospital São João de Deus, em Laranjeiras, realizaram um ato nesta segunda-feira, 20, em frente à prefeitura do município. Eles estão em greve desde a última quarta-feira, 15 de março. Agora, apenas serviços de urgência e emergência são realizados no local. O atendimento é feito por apenas um médico, um enfermeiro e dois técnicos de enfermagem.



Segundo informações da enfermeira, Camila Guimarães, não há diálogo entre a unidade hospitalar e a gestão municipal. “Ninguém fala nada. Eles só dizem que não vão pagar e pronto”, ressalta. De acordo com a profissional da saúde, a prefeitura pede documentos, que são enviados, mas não há retorno quanto ao pagamento.



Enquanto isso, a população, que segundo a enfermeira, é bastante carente, sofre sem a assistência médica. “Não temos condições de atender porque, além dos salários, também falta material, como o soro”, revela.



Ofício



Sem diálogo, os servidores invadiram a prefeitura, mas não conseguiram localizar ninguém no gabinete do prefeito e um ofício foi entregue a um servidor.



O assessor de comunicação da Prefeitura de Laranjeiras, João Rosa, informou que há irregularidades no contrato da prefeitura com a Associação Hospitalar de Sergipe firmado pela gestão passada, inclusive com a cobrança de serviços que não foram prestados. Na semana passada, a prefeitura, segundo João Rosa, repassou à Associação o montante de R$ 250 mil para a Associação que administra o hospital. João Rosa garante que a prefeitura fará os repasses regulares desde que a Associação comprove a prestação dos serviços.



*A matéria foi alterada às 15h11 para acrésimo de informações referente à posição da prefeitura



Por Jéssica França