Vetos do prefeito começam a ser votados na Câmara
13/03/2018













Vetos do prefeito começam a ser votados na Câmara (Foto: Portal Infonet)


A expectativa do dia na Câmara de Vereadores era a instalação das CPIs da saúde e do lixo, como o presidente Nitinho Vitale (PSD) vinha garantindo durante os últimos dias. No entanto, antes do anúncio, foi colocada uma extensa lista de projetos, requerimentos e decretos a serem votados.



O destaque foi a votação dos dois primeiros vetos do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) às proposituras aprovadas no ano passado. O primeiro a ser analisado foi o projeto de Iran Barbosa (PT) que previa a suspensão dos prazos processuais dos processos administrativos no período entre 29 de dezembro e 20 de janeiro. Esse foi rejeitado por nove votos a sete.



Outro projeto, de elaboração conjunta de Élber Batalha  e Lucas Aribé, ambos do PSB, Professor Bittencourt (PC do B) e Thiaguinho Batalha (PMB), que garante a gratuidade de pessoas com deficiência a casas de shows, cinemas, teatros, circos, praças de esporte e em demais eventos de caráter cultural. Por unanimidade, o veto foi derrubado e a proposta se tornará lei.



Em breve, outros 18 vetos devem ser analisados pelos vereadores. O prazo para votá-los, de acordo presidente, é de um mês, devendo acontecer até o fim de março.



CPIs



A expectativa é de que, após o fim da sessão de votação, finalmente sejam anunciados os membros das duas CPIs – do lixo e da saúde. Serão nomeados o presidente, relator, primeiro, segundo e terceiro secretários para dar inícios aos trabalhos investigativos.



Por Victor Siqueira