REINO DE FOGO (Reign of Fire)
24/10/2002


Uma produção não de todo modesta, mas de qualquer sem ambições de superproduções, este “Reino de Fogo” ganhou a simpatia da crítica estrangeira por sua ação vertiginosa e seu suspense superlativo. O diretor é Rob Bowman, o mesmo que dividiu muitos episódios da série “Arquivo X”, na televisão e foi o realizador da versão cinematográfica. Ele está no seu “habitat”: este é, basicamente, um filme de ficção científica, com um pé no futuro. A história começa nos dias de hoje, em Londres. Um garoto de doze anos, Quinn, visita sua mãe, uma engenheira que trabalha em escavações. Inadvertidamente, Quinn desperta um gigante, talvez um ancestral de dinossauro, que expele fogo pela boca e tem uma capacidade de destruição fulminante. Menos de oitenta depois, o mundo praticamente foi destruído por estes monstros sanguinários. Entre em cena um americano, Van Zan, que é uma máquina de matar, um verdadeiro maníaco. Junto com uma equipe de matadores de dragão é ele que se dispõe a encontrar o dragão-macho que protege e fertiliza os ovos dos outros dragões. O local desta batalha final é novamente Londres. Dizem que o filme guarda alguma semelhança com “Alien” e “Jurassic Park”, mas a violência é própria dos filmes de ação. Com Matthew McConaughey, Christian Bale, Izabella Scorupco e Gerard Butler.

Fique de Olho – Na senhora que faz o papel da mãe de Quinn. Ela é Alice Krige, atriz inglesa, que é muito talentosa mas não conseguiu chegar a linha de frente das damas inglesas, como Judi Dench. Merecia, mas não chegou lá.

Site Oficial